segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Começo... Meio... Fim... Recomeço!!!

Alegrias, tristezas, dúvidas, apertos no peito... enfim, sensações, estados de esprírito. Somos eternamente um amontoado de coisas, nos moldando diariamente em nós mesmos. Ficção e realidade, sonhos e pasadelos... Tudo ao mesmo tempo.

Amores e vida... Sim vidaaaaa

Amor é a única coisa capaz de completar um homem ou uma mulher.

O interessante é que a busca disso é que atrasam as coisas.

Uma atração física, vira conversa, vira um abraço, um beijo, vira um tchau (com vontade de se ver de novo), vira um “se ver dinovo” meio que sem querer, e um novo beijo, mais beijos, abraços e vira um “Me dá seu telefone???” Aí bate saudade, vontade de se ver. Pessoinha especial aquela, né? Começam a se ver mais seguido e vira namoro. Conhece a família e neste momento já existe aquela paixão, loucura, fogo, pele, carne, química... Como você poderia ter demorado tanto tempo para conhecer essa pessoa tão perfeita? Ela não tem defeitos... É amiga, companheira, sempre disposta para todos maravilhosos programas de finais de semana, até as mais incríveis indiadas.

É meu amigo. Sabe quando a gente ta procurando uma coisa e encontra outra??? Pois é... Em um dia desses depois de certo tempo de relacionamento, quando a paixão já virou amor, você meio que sem querer encontra, um pequenino defeito. Ah mas em uma pessoa tão maravilhosa, um mísero defeitinho não é nada, não é mesmo??? O problema é que o defeitinho parace um fio puxado em uma blusão de lã, tricotado pela sua vó... Você vai puxando e achando outro e mais outro defeito... Nossa!!! Como você não reparou nisso antes??? Quanta coisa que me encomoda...

Mas você já ama essa pessoa. E aí realmente os defeitos aparecem... A paixão já passou, tudo o que ficou chama-se amor... E é justamente isso que vai fazer você amá-la ainda mais, seus defeitos são tão chatos ou ainda piores que os dela... o aprendizado em um relacionamento vai fazer você entender cada gesto dela em cada momento. A convivência de um casal maduro, que cada um aprendeu a conviver com os defeitos do outro e a valorizar sempre suas qualidades é que torna esse sentimento imortal. Esse romance verdadeiro e cheio de momentos felizes e inesquecíveis... Ou vai me dizer que neste momento você ainda não vai lembrar do primeiro beijo???Essa pessoa é definitivamente é o amor da sua vida. Regar esse relacionamento de amor, carinho e ternura é primordial para mantê-lo com a chama acesa... Caso contrário mesmo sendo o amor da vida de alguém, a relação pode terminar... E aí vem a pior fase de todas... Onde ele que era um amor real passa a ser um amor platônico. O que é muito pior que um amor que nasceu impossível. Pois nesse você acreditava, ou melhor, ainda acredita... Lute por ele!!! E se apesar da dificuldade você conseguí-lo novamente... não deixe-o escapar. Lembra da parte de regar a cada dia???? Pois é chegou o momento novamente. Levante as mãos aos céus e agradeça. Você teve uma segunda chance. E são poucos que conseguem isso. Parabéns!!!